Vinkmag ad

Exame Fator AntiNuclear (FAN)

Vinkmag ad

Exame Fator AntiNuclear (FAN)Na reumatologia sempre nos deparamos com esse exame principalmente no diagnóstico. Saiba mais aqui… 

Exame Fator AntiNuclear 

Exame Fator AntiNuclear: Em Reumatologia, especialmente quando se fala em exames de laboratoriais, as palavras nunca e sempre precisam ser riscadas de nosso vocabulário.

🎯Neste post explicaremos alguns aspectos de um dos principais exames solicitados em Reumato e que mais geram dúvidas em pacientes na hora de interpretar: fator antinuclear (FAN).alt="Exame Fator AntiNuclear (FAN)"

🎯O FAN é um exame que requer muito cuidado na sua solicitação e interpretação. Explicando de maneira bem simplista, o FAN é como se fosse uma pintura. Para o exame de FAN pega-se uma célula especial padronizada e coloca para reagir com o sangue do paciente. Se houver autoanticorpos, ou seja, anticorpos que podem direcionar-se e agredir as próprias células, dizemos que o FAN é positivo ou reagente.

🎯O tipo de pintura vista no exame de FAN é chamado de padrão. Existem padrões muito específicos para doenças autoimunes e padrões muito pouco específicos e visto com frequência em paciente saudáveis.

🎯Exemplos de padrões muito específicos: nuclear homogêneo nuclear pontilhado grosso, nuclear centromérico, dentre outros.

alt="Exame Fator AntiNuclear (FAN)"
Exame Fator AntiNuclear (FAN)

🎯Exemplo de padrão pouco específico: nuclear pontilhado fino denso.

🎯Cerca de 13% de pessoas saudáveis podem ter o exame de FAN positivo, geralmente em padrões pouco específicos. Não importa só o padrão (pintura)! Importa também a quantidade de anticorpo que chamamos de título. O menor título detectável é 1:80 (um para oitenta) e considera-se títulos altos quando maiores que 1:320.

🎯Quando o FAN é negativo, praticamente afasta-se o diagnóstico de Lúpus, visto que 99% dos pacientes com Lúpus têm FAN positivo, mas quando positivo, de maneira nenhuma isoladamente confirma o diagnóstico de Lúpus ou de qualquer outra doença autoimune.

🎯Além do mais, o FAN é frequentemente reagente em várias outras doenças autoimunes como Esclerodermia, Síndrome de Sjögren, Polimiosite, Dermatomiosite, doenças da tireoide, dentre outras. Câncer e medicamentos, inclusive biológicos, também podem positivar o FAN.

#REPOST @drthiagoreumato

Comentários

Comentários

Anterior

Que a minha vida possa salvar outras

Próximo

Adaptando a casa do paciente reumático

Sejam bem vindos!

Artigos Mais Pesquisados

%d blogueiros gostam disto: